31/10/2013

01. Don't Give Up ― I'm here Princess...

Mas eu nunca te disse o que eu deveria ter dito, não, eu nunca te disse. Eu simplesmente segurei dentro de mim. E agora, eu sinto falta de tudo sobre você. Não acredito que eu ainda te quero e depois de tudo o que a gente passou, eu sinto falta de tudo sobre você, sem você... ― Colbie Caillat (I never told you)




Ontário, Canadá / 06h:35min. PM
    Um mês e meio mais tarde
     ― Hey Thor, aquele ali não é o Justin? ― Perguntou Roselly
     ― Onde? 
     ― Ali, naquela mesa, com dois guris, abraçada na loira.
Thor olhou discretamente e viu seu melhor amigo em uma mesa um pouco distante da qual ela se encontrava com Roselly.
Ele estava abraçado na loira que ela conhecia muito bem, Jordan. A garota que fez de sua infância um verdadeiro inferno.
Porem ela não imaginava que eles estivessem juntos, muito menos que Justin havia voltado para cidade junto de sua mãe e nem foi visita-la.
     ― Hm... É ele sim. ― Deu de ombros se endireitando na cadeira.
Rose a olhou confusa, nunca viu tanta indiferença de sua amiga quando o assunto era Justin Bieber.
     ― Aconteceu algo que eu deveria saber? ― Questionou com cuidado, para que Thor não fugisse do assunto.
     ― Não, por que a pergunta?
     ― Nunca vi você falar e agir desta maneira sobre Justin. Pensei que fossem melhores amigos.
     ― É, eu também pensei. ― Murmurou e em seguida se levantou. ― Vamos? Prometi a minha mãe que chegaria cedo em casa, o namorado dela vai chegar de viagem, ela quer que eu esteja lá para o jantar. ― Mudou de assunto.
     ― Esta bem, vamos então...
Ao se levantar, Thor sentiu olhares sobre ela. Passou seus olhos rapidamente sobre o ambiente encontrando um par de olhos caramelos se chocarem com os seus acinzentados e outro par de olhos azuis a observando de cima a baixo. Suspirou e desviou o olhar, na tentativa de ignorar o olhar vazio de Justin.
Ela não entendia o porquê ele ainda não fora visita-la em sua casa, já que fazia exatamente um mês e pouco que ele e sua mãe haviam voltado de viajem. 
Assim que abriu a porta de sua casa, ouviu vozes alegres de sua mãe e de sua vizinha, Pattie. Mãe de seu melhor ou ex melhor amigo. 
     ― Querida... ― Disse a mulher baixinha de cabelos acastanhados, olhos esverdeados e de um sorriso cativante. 
     ― Oi tia Pattie. ― Era desta forma que Thor a tratava, como se realmente a bela mulher jovem de não mais que trinta e sete anos, foce sua tia de sangue. 
Pattie conhecia Thor desde que a garota nasceu. Ela e sua mãe sempre foram melhores amigas desde a infância, e com os filhos de ambas também não parecia ter sido diferente, até agora. Pattie lhe deu um abraço extremamente apertado, daqueles que só ela saberá dar. 
     ― Você não esta bem, não é querida? ― Sussurrou Pattie em seu ouvido, deixando a menina querer a chorar. Thor apenas murmurou concordando com ela.
     ― Vou para o meu quarto. ― Disse Thor ao se desvencilhar do abraço e subindo logo para o quarto.
Assim que fechaste a porta de seu quarto, suas lágrimas caíram queimando a sua pela. A vontade imensa de gritar e quebrar tudo era tão grande que ela não conseguia conter. Aquela dor inexplicável tomava conta de seu corpo, deixando-a impossibilitada de pensar melhor. Sua cabeça parecia explodir a qualquer momento, o que tornava tudo mais dramático.

 •••

Os dias foram se passando e Thor parecia cada vez mais ter entrado em depressão. Ela estava apaixonada pelo seu melhor amigo, alias, sempre esteve. Porem ela não queria admitir isso para não estragar a sua amizade com a dele.
Sua mãe já não sabia mais o que fazer. Thor não saia da cama a dias, não comia e todas as noites acordava com os berros e choros de Thor. Mandy sabia que sua filha estava em uma depressão profunda, porem não sabia como agir diante disso, nunca passou por essa situação, nem mesmo após ter se separado de seu ex-marido, pai de Thor.
Mais uma noite que chegava e Mandy já se preparava para ter que acordar de madrugada com os berros de Thor, por ter tido mais um pesadelo. Sua mãe já havia ligado para seu pai que também já havia conversado com a garota pelo telefone, porem nada tinha adiantado.
Mendy resolveu pedir ajuda a Pattie, que não estava muito diferente de Mandy, também estava preocupada com Justin que há dias não vinha comendo direito e andava sempre triste, para baixo. Pattie sabia que havia algo de errado com seu filho, porem, toda vez que tentava conversar sobre tal assunto, Justin parecia fugir, evitar e ignorar. 
Por mais que não quisesse conversar, era visível em Justin o quanto se manter afastado de Thor estava o machucando e a machucando também. Thor necessitava dele por perto, assim como ele necessitada dela também. 
Pattie abriu a porta vagarosamente do quarto de Justin, encontrando o garoto jogado em sua cama encarando o teto branco de seu quarto. 
     ― Filho...? ― Chamou sua atenção.
     ― Oi mãe. ― Sentou-se.
     ― Thor esta doente. 
     ― O que ela tem? ― Sua preocupação era extremamente visível.
     ― Não sabemos, mas sua mãe me ligou me pedindo ajuda... ― O garoto se sentiu culpado por não estar ao lado de sua melhor amiga, ou de sua amada. ― Filho... Ela esta sofrendo por não ter você perto dela... Thor precisa de você.
     ― Eu não posso fazer nada mãe, ela precisa se afastar de mim... Daqui a algum tempo nós iremos que seguir caminhos diferentes e perderemos o contato... 
     ― Mas enquanto isso não acontecer, você precisa estar ao lado dela querido.
Ele sabia o quanto sua mãe tinha razão, o que ele estava fazendo era irracional, ele não tinha motivos o suficiente para continuar se mantendo longe dela.
Justin odiava quando alguém vinha e lhe mostrava a verdade que ele não queria enxergar. 
Pattie lhe deu um beijo em sua testa e logo saiu de seu quarto, sabendo que suas palavras haviam feito o menino pensar. Era disso que ele estava precisando, de alguém que lhe dissesse tais palavras que o deixasse a pensar sobre as mesmas. 
Já quase no jantar, Pattie ouve a porta da entrada bater, então um sorriso começou a brincar em seus lábios, sabendo exatamente para onde o seu filho havia ido. E ela tinha acertado. Justin havia ido para a casa de Thor. 
Assim que abriram a porta de entrada, Mandy ficou surpresa e ao mesmo tempo feliz por vê-lo ali parado, agoniado e ansioso para falar com Thor.
     ― Oi Justin... ― Sorriu a mulher de quase quarenta e dois anos.
     ― Ola tia Mandy... Será que eu posso vê-la? ― Perguntou rapidamente sem perceber sua ansiedade e nervosismo em sua voz.
     ― Nem precisa pedir, ela esta no quarto dela.
     ― Obrigado. 
Justin subiu as escadas de dois em dois degraus, respirou fundo assim que parou em frente a porta do quarto de Thor e então abriu a mesma vagarosamente se deparando com um quarto escuro, sendo iluminado apenas pelas luzes da rua e da lua. Adentrou no local sem fazer nenhum barulho, caminhou cuidadosamente até a cama de Thor, da qual ela estava deitada e completamente tapada e se juntou a ela após tirar os seus sapatos. 
A garota acordou ao sentir braços envolvendo-a e o perfume do qual ela reconhecia a milhas de distancia.
     ― Jay... ― Sussurrou com sua voz rouca e fraca.
     ― Shhhh... Eu estou aqui princesa... Durma... ― Beijou a testa da garota e a apertou de contra seu corpo.
Pela primeira vez naquele mês Thor não havia tido pesadelos e nem acordado aos berros e choros de madrugada. Mandy, sua mãe, quando abriu a porta para chama-los para jantar viu ambos dormindo abraçados e sorriu por isso. Sempre fizera questão da aproximação dos dois, sabia que eles eram como um pilar de alguma arquitetura. Se um pilar era afetado, a arquitetura inteira também era...

Continua... 

Aiii'm, calminha ai... Eu sei que vocês querem me matar... kkk'
Meus amores, mil perdoes por ter sumido assim a quase dois meses do blog. Mas sabem como é, final de ano, provas do ENEM e em busca de emprego e uma boa Universidade. Isso cansa e acaba me deixando um pouco sem tempo para vocês.
Por isso, já vou dizendo que eu não irei mais postar fanfics grandes, longas
Eu irei fazer apenas "mini fics, one shots e mini fics hot", que eu tenha que fazer apenas capítulos pequenos
Assim eu não deixo o blog desatualizado e também tenho mais historinhas para vocês. 
Bom, eu estava realmente com muitas saudades de vocês, de verdade é sempre bom poder voltar aqui com novas histórias. 
E quanto aquela fanfic "Two Pieces" que eu estava postando, eu exclui ela, pois irei começar a postar somente minis fics, como já disse. 
Desculpe de verdade, mas é que eu não terei mais tempo para ficar postando fics longas como antes.
92 seguidores?! É isso mesmo?! Vocês não sabem o quanto eu estou feliz por isso, muito obrigado a todos que indicaram e indicam meu blog, e também aos que comentam nos capítulos. *-* 
Sem vocês não teria como eu construir uma história aqui. ♥
Sejam muito bem vindos os novos leitores, espero de coração que tenham gostado do blog.


Xoxo, Éllen!

3 comentários:

  1. continua logo gatinha, muito perfeito MESMO =)
    amei de corassaum!

    ResponderExcluir
  2. Isadora15:47:00

    Nossa, realmente faz muito tempo hahah
    Continua, esta perfeito.

    ResponderExcluir
  3. Aaamei o capítulo! Tá muito legal e interessante, você tem futuro (:
    Você poderia divulgar e seguir o meu blog, ele é novo e eu ficaria muito agradecida!
    http://daretodreamfanfic-s.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Já que veio até aqui, por que não deixar seu comentário para tornar meu dia mais feliz?! :D Elogie, critique, de sugestões...Mas não esqueça, "seus comentários terão que ser criativos e construtivos para o desenvolvimento do blog!" Xoxo!